Chá de Chia: Benefícios, Para que Serve, Como Fazer e Propriedades

2

Chá de Chia: Benefícios, Para que Serve, Como Fazer e Propriedades

Chá de Chia: nativa do México e Guatemala, é consumida pelos povos indígenas da América Central há mais de 6.000 anos.

A espécie tem longa história de interação planta-homem. Foi muito utilizada na Meso-América onde desempenhou importante papel na subsistência humana substituindo o milho como fonte primária de alimento.

Além da culinária, o óleo extraído das sementes serviu como base para tintas e unguentos que eram aplicados no corpo e no rosto.

Todas as partes da planta constavam de receitas de vários medicamentos dos povos Astecas.

Quando embebidas em água, as sementes formam uma massa gelatinosa que, aromatizada com sumos de frutos, vira uma bebida refrescante conhecida como “chia de água fresca”.

Chá de Chia Benefícios, Para que Serve, Como Fazer e Propriedades

Benefícios do Chá de Chia:

As sementes da chia são ricas em antioxidantes, vitaminas, minerais, fibras alimentares dietéticas e principalmente ômega 3, ácido graxo rico em propriedades medicinais importantes para a saúde.

As qualidades demulcentes e refrescantes tornam as sementes excelentes para aliviar febres e feridas (cataplasma).

Devido a sua composição, possui efeitos positivos em alguns de tratamentos para depressão e transtornos do humor.

Também pode aliviar distúrbios cerebrais, como o Mal de Alzheimer e o transtorno de déficit de atenção (TDAH).

As sementes também podem ser úteis para os diabéticos, auxiliando na estabilização do açúcar no sangue e prevenção da hipertensão.

Mulheres grávidas beneficiam-se da chia, que ajuda a controlar a glicemia, fornece aporte extra de ácido graxo, é fonte de cálcio, vitaminas B3 (niacina) e B9 (ácido fólico).

Na menopausa, a espécie ajuda a regular a absorção de açúcares, colaborando no controle de perda de peso.

Esportistas de resistência têm na chia um grande aliado devido a capacidade de melhorar a absorção lenta de açúcar durante a jornada de exercícios, melhorando o rendimento de atletas.

Chá de Chia Nome Popular:

Chia.

Chá de Chia Nome Científico:

Salvia hispanica L.

Receita do Chá de Chia:

Componentes: semente, folha (óleo essencial). 2 a 4 colheres (chá)

Quantidade: água 200 mL

Chá de Chia como Preparar:

Decocção. Usar 2 a 4 colheres (chá) de semente de chia em 1 copo de água.

Chá de Chia Propriedades Medicinais:

Controladora do trânsito intestinal, emagrecedora, coadjuvante na prevenção e no controle de desordens metabólicas crônicas.

Chá de Chia Para que Serve:

O chá de chia é bom para problemas de tireoide, hiperglicemia, diabetes, síndrome do cólon irritável, doença celíaca, refluxo gastro esofágico, hipercolesterolemia, prisão de ventre, controle de glicemia, hipertensão, obesidade.

Também previne doenças cardiovasculares, tumores e melhora a imunidade do organismo.

A presença de alguns antioxidantes torna a semente de chia um alimento com potencial anti-inflamatório, podendo ser utilizado em situações caracterizadas pela inflamação crônica.

A chia equilibra o açúcar no sangue, garantindo energia e diminuindo o risco de Diabetes Tipo 2, ajuda a regular o transito intestinal, previne diverticulite, pois hidrata o cólon, desintoxica e ajuda a diminuir os níveis de colesterol e triglicérides.

Na menopausa ajuda a regular a absorção de açúcares, colaborando no controle de perda de peso.

Chá de Chia Como Fazer:

Uso Interno. Decocção. Usar 2 a 4 colheres (chá) de chia em 1 copo de água. Ferva a água com as sementes de chia por 5 minutos. Tampe e deixe descansar por 10 minutos. Coe e beba em seguida. Adoce com mel se quiser e consuma 30 minutos antes das refeições.

Antes de consumir, use uma peneira para retirar todas as sementes de chia utilizadas no preparo da bebida. Caso seja da sua vontade, pode adoçar o chá com um pouco de mel ou açúcar mascavo. Tome cuidado para não exagerar!

Na hora de tomar o chá, o ideal é consumi-lo quente ou morno.

Para as pessoas que têm o propósito de usar o chá para emagrecer, o ideal é consumi-lo preferencialmente antes das refeições, no máximo, três vezes ao dia.

Prisão de ventre:

Usar 2 a 4 colheres (chá) de chia diariamente, durante 1 semana, junto com 1 copo de água. Recomenda-se fazer hidratação, consumir bactérias lácteas (de iogurte), seguir uma dieta abundante em vegetais, frutas, cereais integrais e legumes. Praticar caminhadas ajuda a ativar o trânsito intestinal.

Obesidade:

Ingerir 1 colher (chá) de chia em 1 copo de água 30 minutos antes da refeição, 3 vezes ao dia. Para hidratar a fibra presente nas sementes e aumentar o volume no estômago, deixando a sensação de estômago cheio e satisfeito.

Além disso, os carboidratos dos alimentos são absorvidos lentamente, desaparecendo a ânsia por comida. A perda de peso pode ser ainda maior se acompanhada de dieta baixa em gorduras.

Hipertensão:

Recomenda-se acrescentar 2 colheres (chá) 2 a 3 vezes ao dia nos pratos, ou tomar com iogurte ou 1 copo de água antes das refeições.

A importância dessas sementes na saúde cardiovascular está na propriedade de proporcionar saciedade (ajuda na manutenção do peso), aporte de ômega-3 e de minerais antioxidantes.

Diabetes:

A ação da chia decorre de suas fibras. Acrescente 1 colher (chá) de chia nos pratos com saladas, frutas, legumes e cereais, para ajudar a absorver mais lentamente os açúcares da comida.

Chá de Chia com Limão:

Essa receita de Chá de Chia com Limão oferece vitaminas, cálcio, proteínas e antioxidantes e é saciante.

Benefícios do Chá de Chia com Limão:

  • Ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue;
  • É rico em fibras e vitamina C;
  • Melhora a circulação e proporciona mais energia;
  • Combate radicais livres e impede o envelhecimento precoce;
  • Ajuda a proteger a pele de raios UV e poluição;
  • Proporciona elasticidade e firmeza à pele;
  • Desintoxica o corpo;
  • Ajuda na digestão.

INGREDIENTES:

  • 5g de sementes de chia
  • 1 1/2 copo de água (300 ml)
  • 1 limão
  • Stevia ou Xylitol para adoçar (à gosto)

MODO DE PREPARO:

  1. Deixar as sementes de chia de molho em meio copo de água.
  2. Depois de uma hora, elas ficam mais macias e criam um gel muito característico.
  3. Coloque o suco do limão em um copo de água (200 ml) e acrescente com as sementes que já formaram o gel.
  4. Beba este simples remédio sempre em jejum pela manhã.

Chá de Chia Efeitos Colaterais e Contraindicações:

Embora a chia tenha muitos benefícios, é preciso tomar alguns cuidados em relação ao seu consumo, devido ao seu poder de absorção de água.

Evite consumir a semente de chia seca, pois a semente pode se expandir e se colapsar no esôfago, impedindo a ingestão de qualquer líquido ou alimento e, até mesmo, da própria saliva.

A ingestão de sementes secas de chia absorve a água que há no nosso organismo, possibilitando uma oclusão. Ninguém deve ingerir a semente seca.

Quem deve evitar o consumo de chia?

Hipertensos: os hipertensos medicados não devem consumir a semente porque ela possui propriedades que baixam a pressão arterial, levando a hipotensão.

Hipotensos: pelos mesmos motivos dos hipertensos, os hipotensos não devem consumir a chia, pois podem, ainda, sentir cansaço, sonolência e dor de cabeça.

Diabéticos: os diabéticos que tomam remédio para reduzir o nível de açúcar no sangue, porque a chia poder ter o mesmo efeito da medicação.

Veja também:

Fontes Consultadas:

  1. Biblioteca Digital da Unicamp (2016).
  2. Brazilian Journal of Food Technology (2014): Composição química, propriedades funcionais e aplicações tecnológicas da semente de chia (Salvia hispanica) em alimentos.
  3. Genetic Resources and Crop Evolution (2005): Variation and heritability of seed mass in chia ( hispanica).
  4. Botanical Online: Semillas de chia.
  5. Plants for a FutureSalvia hispanica.
  6. The Plant List: Salvia hispanica.
  7. Wikipédia: Salvia hispanica.
  8. ÁVILA, L. C. Índice terapêutico fitoterápico – ITF. 2 ed. Petrópolis, RJ, 2013.
  9. COELHO, M. S. e SALAS-MELLADO, M. M. Composição química, propriedades funcionais e aplicações tecnológicas da semente de chia (Salvia hispanica L) em alimentos. Braz. J. Food Technol., v. 17, n. 4, p. 259-268, 2014.
  10. LEMOS, H.P.; LEMOS, A.L.A. Chia (Salvia hispanica). Diagnóstico Tratamento, vol. 17, n.4, p.180-182, 2012.
Share.

©Desenvolvido por  Loja Online Consultoria | 2014.