Chá de Cravo-da-Índia: Benefícios, Analgésico e Anti-Inflamatório

2

Chá de Cravo-da-Índia: Benefícios, Analgésico e Anti-Inflamatório

Chá de Cravo-da-Índia: alguns autores descrevem o cravo-da-índia como originário das Filipinas e Leste da África e outros o descrevem como originário da Índia, sendo também encontrado na Indonésia, Zanzibar e Sri Lanka.

É cultivado em vários países tropicais inclusive no Brasil (Sul da Bahia).

Foram os chineses os primeiros a usar a famosa especiaria, tanto como condimento quanto na medicina, séculos antes de Cristo. Por seu aroma, ela também entrava na composição de perfumes e incensos.

No século 16 o cravo-da-índia tornou-se uma mercadoria extremamente valiosa e virou alvo de disputa entre portugueses e holandeses. Desembarcou no Brasil pelas mãos dos colonizadores.

Chá de Cravo-da-Índia Benefícios, Analgésico e Anti-Inflamatório Nutriela

Chá de Cravo-da-Índia Benefícios:

O cravo-da-índia, além de ter propriedades medicinais também é uma importante fonte de nutrientes, como vitamina A, vitamina E e beta-caroteno.

O chá de cravo-da-índia tem uso popular como carminativo e estimulante das funções digestivas.

Na Índia é utilizado pela Medicina Ayurvédica para tratamentos respiratórios e transtornos alimentares.

O óleo é usado na odontologia como analgésico e anti-séptico, por ser rico em eugenol, consegue deter a inflamação nas mucosas e combater inchaços.

Outros benefícios:

  • Fonte de nutrientes;
  • Rico em antioxidantes;
  • Proteção contra o câncer;
  • Pode matar as bactérias;
  • Pode melhorar a saúde do fígado;
  • Pode ajudar a regular o açúcar no sangue;
  • Melhora a saúde óssea;
  • Pode reduzir úlceras no estômago;
  • Efeito antitumoral;
  • Efeito anestésico e anti-inflamatório.

O cravo-da-índia pode ser consumido em bolos, pães, sobremesas e caldos, mas suas propriedades são mais aproveitadas na forma de chás, que ficam ótimos quando feitos em conjunto com canela, limão ou gengibre.

Chá de Cravo-da-Índia Nome Popular:

Cravo-da-índia, rosa-da-índia, craveiro-da-índia, cravoária, cravina-de-túnis, cravo-de-cabecinha.

Chá de Cravo-da-Índia Nome Científico:

Caryophyllus aromaticus L.

Receita Chá de Cravo-da-Índia:

Componentes: botões florais secos, folhas. 10 gramas

Quantidade: água 1 litro

Chá de Cravo-da-Índia Como Preparar:

Decocção. Usar 10g de cravo-da-índia em 1 litro de água.

Chá de Cravo-da-Índia Propriedades Medicinais:

Carminativa, antisséptica, antibiótica, antifúngica, antibacteriana.

Chá de Cravo-da-Índia Para que Serve:

O chá de cravo-da-índia é bom para tratar inapetência, dispepsias hiposecretoras, flatulência, diarreia e bronquite.

Estimulante das funções digestivas, tratamentos respiratórios, transtornos alimentares, enxaguante bucal.

Topicamente é aplicado nas dermatomicoses, limpeza de feridas e ulcerações dérmicas, estomatite, parodontopatias, odontalgias, amidalites e otites.

Chá de Cravo-da-Índia Como Fazer:

Uso Interno. Acima de 12 anos. Decocção. Colocar 10g de cravo-da-índia em um litro de água e levar ao fogo para ferver durante cerca de 15 minutos. A seguir deve deixar esfriar, coar e tomar até 3 vezes ao dia. Antes e depois das refeições.

Para prevenir gengivites, faça um antisséptico bucal: adicione 1 xícara (chá) de água fervente sobre 1 colher (sopa) de cravo-da-índia e deixe amornar por 10 minutos. Coe e faça bochechos enquanto ainda estiver morno, de duas a quatro vezes ao dia.

Chá de Cravo-da-Índia e Canela:

O cravo e a canela são especiarias bastante aromáticas e fazem parte do hábito alimentar de muitas pessoas.

Os dois ingredientes são muito benéficos para a saúde e quando juntos, atuam na aceleração do metabolismo e controle dos níveis de açúcar no sangue, pois ambos possuem ação antimicrobiana e antioxidante.

Confira a receita:

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa (20g) de cravo-da-índia;
  • 3 pedaços de canela em pau;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo:

  1. Coloque a canela, o cravo e a água em um recipiente, e leve ao fogo até aquecer bem (pouco antes da fervura);
  2. Após aquecer, desligue o fogo;
  3. Tampe e deixe descansar por 5 minutos;
  4. Coe o chá e consuma quente ou frio.

Chá de Cravo-da-Índia Efeitos Colaterais e Contraindicação:

O óleo da planta nunca deve ser ingerido. Ele também pode irritar a pele.

O cravo-da-índia está contraindicado na gravidez, amamentação e por crianças com menos de 6 anos.

Grávidas só devem consumir o cravo-da-índia em porções comumente usadas na alimentação, porque qualquer excesso é capaz de provocar contrações no útero.

Também não é recomendado em caso de gastrite ou úlcera.

O cravo-da-índia pode causar irritação da pele e da mucosa digestiva de algumas pessoas mais sensíveis, por isto deve ser utilizado, preferencialmente, com indicação do fitoterapeuta.

O cravo-da-índia possui uma substância chamada eugenol que retarda a coagulação sanguínea, por isso o chá e seu extrato seco não devem ser usados 2 semanas antes de uma cirurgia programada.

Veja também:

Fontes Consultadas:

  1. SALVI, R.M.; HEUSER E. D. Interações medicamentos x fitoterápicos: em busca de uma prescrição racional. EDIPUCRS, Porto Alegre (RS). 2008.
  2. Revista Brasileira de Plantas Medicinais.
  3. Wikipédia: Cravo-da-índia.
  4. The Plant List: Syzygium aromaticum.
  5. ALBINO, R. Pharmacopeia dos Estados Unidos do Brasil. 1ª edição. 1926.
  6. ALONSO, J. R. Tratado de Fitomedicina. 1ª edição. Isis Ediciones. Buenos Aires. 1998.
  7. CORRÊA, M. P. Dicionário das Plantas Úteis do Brasil. IBDF. 1984.
  8. NEWALL, C. A.; ANDERSON, L. A.; PHILLIPSON, J. D. Herbal Medicines – A guide for health-care professionals, 1ª edição, Londres, 1996.
  9. PR VADEMECUM DE PRECRIPCIÓN DE PLANTAS MEDICINALES. 3ª edição. 1998.
Share.

©Desenvolvido por  Loja Online Consultoria | 2014.