Chá de Erva-baleeira: Combate Dores Musculares, Atua como Anti-Inflamatório

5

Chá de Erva-baleeira: Combate Dores Musculares, Atua como Anti-Inflamatório

Chá de Erva-baleeira: nativa da América Tropical (Mata Atlântica), ela tem sido amplamente introduzida no Sudeste Asiático e na região do Pacífico Tropical, onde é considerada erva invasora. Ocorre ao longo de todo o litoral brasileiro.

Conhecida pelo nome de erva-baleeira ou maria-milagrosa, é a base de um anti-inflamatório que já recebeu o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Chá de Erva-baleeira: Combate Dores Musculares, Atua como Anti-Inflamatório

Chá de Erva-baleeira Uso Medicinal:

A erva-baleeira apresenta muitas propriedades medicinais, a ação anti-inflamatória é a mais poderosa. É indicada para contusões, dores musculares ou na coluna, artrite, reumatismo, gota e inflamações em geral.

Além de ser um excelente antisséptico, a planta é analgésica e cicatrizante, podendo ser aplicada em feridas e machucados, pois alivia a dor, limpa o local e promove a cicatrização de forma rápida.

Na Amazônia Brasileira, tribos indígenas costumam preparar as folhas da erva-baleeira em infusão para o tratamento de infecções de todos os tipos, reumatismo e artrite.

A erva-baleeira tem uso científico comprovado como anti-inflamatória.

A espécie Cordia verbenacea faz parte da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (RENISUS), constituída de espécies vegetais com potencial de avançar nas etapas da cadeia produtiva e de gerar produtos de interesse do Ministério da Saúde do Brasil.

Chá de Erva-baleeira Nome Popular:

Erva-baleeira, erva-balieira, erva-preta, maria-preta, maria-milagrosa, catinga-de-barão, caramona, mijo-de-grilo, milho-de-grilo, salicina, cheiro-de-tempêro.

Chá de Erva-baleeira Nome Científico:

Cordia verbenacea DC.

Receita Chá de Erva-baleeira:

Componentes: folhas secas. 3 g

Quantidade: água 150 mL

Chá de Erva-baleeira Como Preparar:

Infusão. Usar 3 gramas de folhas secas em uma xícara de água.

Chá de Erva-baleeira Propriedades Medicinais:

Anti-inflamatória.

Chá de Erva-baleeira Para que Serve:

O chá de erva-baleeira é bom para combater artrite, reumatismo, artrose, contusões e em todo tipo de inflamação, inclusive na forma de bochechos para aliviar dores de dente e tratar inflamações bucais. Além disso, é indicada contra úlceras.

Seus poderes como cicatrizante e anti-inflamatória é que fizeram a fama desta planta. Em algumas regiões, as folhas da erva-baleeira são cozidas e aplicadas sobre feridas para acelerar a cicatrização.

Chá de Erva-baleeira Como Fazer:

Uso Interno. Acima de 12 anos. Infusão. Infecções do trato urinário, dificuldade para a micção e pedras nos rins.

Para prepará-lo, lave bem as folhas, que podem estar secas (1 colher de sobremesa) ou frescas (1 colher de sopa). Pique e coloque em um recipiente de vidro ou inox, e despeje água fervendo – lembre-se que ele não deve ser fervido! Tampe por 10 minutos, coe e ele estará pronto para consumo.

O chá de erva-baleeira pode ser tomado de duas a três vezes ao dia, sendo mais indicado o consumo antes de dormir. Outra maneira de utilizar a bebida é fazer um banho de imersão.

Uso Externo. Acima de 12 anos. Infusão. Usar 3 gramas de folhas secas em uma xícara de água. Aplicar compressa na região afetada, três vezes ao dia.

Como pomada, pode ser aplicada em dores associadas a músculos e tendões.

Cremes e pomadas:

Também é possível adquirir ou fazer cremes e pomadas com a erva-baleeira. Para fazer em casa, a primeira dica é não utilizar ervas colhidas na rua.

Ingredientes:

  • 500 gramas de gordura de qualidade (animal ou vegetal), como óleo de coco ou óleo de amêndoas;
  • 3 colheres de cera de abelha;
  • Boa quantidade de folhas da erva.

Normalmente, é usado cerca de 20% de erva considerando o volume dos ingredientes. Caso as folhas estejam frescas, use uma proporção três vezes maior.

Modo de preparo:

  1. Pique as folhas e junte com a gordura;
  2. Leve a mistura ao fogo baixo, misturando até formar um líquido homogêneo;
  3. Deixe borbulhar para que a erva passe seu óleo para a gordura;
  4. Tampe bem a panela, para que o óleo não evapore;
  5. Não mexer o líquido durante a fervura;
  6. Fora do fogo, coe as ervas e misture o líquido com a cera de abelha, mexendo até que se dissolva totalmente;
  7. Filtre a pomada em um tecido limpo de algodão, coloque em um frasco com tampa e guarde na geladeira.

Para utilizá-la, aposte em massagens, pois isso ativa a circulação do sangue e ajuda a absorver o medicamento. Em caso de feridas profundas e pele queimada, o processo não é indicado.

Chá de Erva-baleeira Efeitos Colaterais e Contraindicação:

Em caso de aparecimento de alergia, suspender o uso.

Veja também:

Fontes Consultadas:

  1. LADEIRA, R.S. Preparação de extrato seco de Cordia verbenacea. Instituto Brasileiro de Estudos Homeopáticos, Porto Alegre (RS). 2002.
  2. US National Library of Medicine (2011): Cordia verbenaceaand secretion of mast cells in different animal species.
  3. Wikipédia: Cordia verbenacea.
  4. The Plant List: Cordia verbenacea.
Share.

©Desenvolvido por  Loja Online Consultoria | 2014.