Chá de Graviola: Combate Diabetes, Úlcera, Gastrite, Melhora o Humor e Baixa Pressão

2

Chá de Graviola: Combate Diabetes, Úlcera, Gastrite, Melhora o Humor e Baixa Pressão

Chá de Graviola: a planta é nativa da América Central e Norte da América do Sul.

A graviola sempre foi muito utilizada ao longo dos tempos na medicina alternativa, sobretudo por tribos indígenas ao longo de toda a Floresta Amazônica e parte do Caribe (América Central).

No Brasil, o chá da folha de graviola é utilizado no combate de problemas hepáticos e o óleo das folhas e da fruta verde, misturado com azeite de oliva, aplicado para aliviar dores de reumatismo e artrite.

Chá de Graviola Combate Diabetes, Úlcera, Gastrite, Melhora o Humor e Baixa Pressão

Chá de Graviola Combate Diabetes, Úlcera, Gastrite, Melhora o Humor e Baixa Pressão

Chá de Graviola Benefícios:

A graviola tem propriedades terapêuticas que podem ser utilizada para auxiliar no tratamento de algumas doenças como:

  • Combater a diabetes, pois possui fibras que evitam que o açúcar aumente rapidamente no sangue.
  • Aliviar dores de reumatismo, o chá tem propriedades antirreumáticas que ajudam a diminuir a inflamação e a dor.
  • Ajuda a tratar doenças de estômago, como úlcera e gastrite, possui propriedades anti-inflamatórias que diminuem a dor.
  • Diminuir a insônia, por ter propriedades sedativas que ajudam a adormecer.
  • Baixar a pressão arterial, pois é uma fruta diurética que ajuda a regular a pressão alta.
  • Além disso, devido às suas propriedades antioxidantes, a graviola melhora a aparência da pele e dos cabelos e fortalece o sistema imune.

Acredita-se que quase toda a planta possui propriedades medicinais, incluindo suas folhas, frutos, sementes, cascas e raízes.

Vários medicamentos preparados a partir da graviola são utilizados na medicina popular para combater células cancerígenas, bactérias, parasitas e vírus, além de retardar o crescimento de tumores, aliviar a depressão, reduzir espasmos, pressão arterial e febre, estimular a digestão e dilatar vasos sanguíneos.

A graviola é uma fruta muito popular na culinária. Várias receitas a utilizam como ingrediente principal, que possui frutos muito aromáticos, com carne branca e suculenta, apesar do fato dos frutos maduros serem altamente perecíveis, frágeis e facilmente danificáveis.

Muito presente em sorvetes e iogurtes, o néctar melhora a qualidade total do produto, agregando valores substanciais de fósforo, zinco, cálcio e bons níveis de proteína dietética.

O fruto é rico em carboidratos, especialmente frutose, além de conter vitamina B1, B2 e C.

Benefícios e Propriedades da Graviola:

A graviola possui diversos benefícios para a saúde, sendo considerada diurética, hipoglicemiante, antioxidante, antirreumática, anticancerígena, anti-inflamatória e antibacteriana.

Devido a essas propriedades, a graviola pode ser utilizada em diversas situações, como:

  • Diminuição da insônia, pois possui em sua composição compostos que promovem o relaxamento e a sonolência;
  • Melhora do sistema imune, já que é rica em vitamina C;
  • Hidratação do organismo, já que a polpa da fruta é constituída principalmente por água;
  • Diminuição da pressão arterial, pois é um fruta com propriedades diuréticas, auxiliando, assim, a regular a pressão;
  • Tratamento de doenças do estômago, como a gastrite e a úlcera, já que possui propriedades anti-inflamatórias, diminuindo a dor;
  • Prevenção da osteoporose e anemia, pois é uma fruta muito rica em cálcio, fósforo e ferro;
  • Regular os níveis de açúcar no sangue, sendo benéfico para pessoas que possuem diabetes, pois possui fibras que impedem que o açúcar aumente rapidamente no sangue;
  • Retardo do envelhecimento, pois possui propriedades antioxidantes que ajudam a proteger as células do organismo do dano causado pelos radicais livres;
  • Alivio das dores do reumatismo, pois possui propriedades antirreumáticas, diminuindo a inflamação e o mal estar.

Além disso, alguns estudos demonstraram que a graviola pode ser utilizada para auxiliar no tratamento do câncer, já que possui uma substância antioxidante capaz de destruir as células cancerígenas sem provocar danos às células normais.

A graviola também pode ser utilizada para o tratamento da obesidade, prisão de ventre, doenças no fígado, enxaqueca, gripes, verminoses e depressão, já que é um ótimo modulador do humor.

Chá de Graviola Nome Popular:

Graviola, araticum-do-grande, guanabano, coração-da-rainha, condessa, jaca-do-pará, jaca-de-pobre, araticum, fruta-do-conde, pinha, cabeça-de-negro, ata.

Chá de Graviola Nome Científico:

Annona muricata L.

Receita Chá de Graviola:

Componentes: cascas, folhas, raízes, frutos, sementes. 10 g de folhas secas

Quantidade: água 1L

Chá de Graviola Como Preparar:

Infusão. Usar 10 gramas de folhas secas em 1 litro de água.

Chá de Graviola Propriedades Medicinais:

Adstringente, anti-cancerígena, anti-reumática, antibacteriana, antiespasmódica, anti-inflamatória, antitumoral, atóxica, cardiotônica, diurética, estomáquica, febrífuga, hipotensora, inseticida, peitoral, sedativa, vasodilatadora, vermífuga, calmante, vomitiva, antidiabética, espasmolítica e antioxidante.

Chá de Graviola Para que Serve:

O chá de graviola é bom para combater artrite, asma, astenia, bronquite, coadjuvante no combate ao câncer, coração, diabetes, diarreia, dietas de emagrecimento, disenteria, dor, edema, eliminar catarro dos pulmões, emagrecimento, espasmo, febre, gripe, hipertensão, nevralgia, reumatismo, rins, tosse, vermes intestinais.

Chá de Graviola Como Fazer:

Uso Interno. Acima de 12 anos. Infusão. Usar 10 gramas de folhas de graviola em 1 litro de água fervente e deixar por cerca de 10 minutos. Em seguida, deve-se coar e consumir quando estiver morno, após as refeições.

Chá de Graviola Efeitos Colaterais e Contraindicação:

Apesar de a graviola possuir diversos benefícios, o consumo do chá deve ser orientado por fitoterapeuta ou nutricionista, pois o consumo em quantidades excessivas pode resultar em náuseas, vômitos, diminuição brusca da pressão e alterações intestinais, uma vez que devido às suas propriedades antimicrobianas, é capaz de eliminar as bactérias boas do organismo quando consumida em excesso.

Além disso, o consumo de graviola pelas grávidas não é indicado devido ao fato de poder resultar em parto prematuro ou aborto.

Veja também:

Fontes Consultadas:

  1. Instituto Brasileiro de Florestas (IBF): Graviola – Annona muricata.
  2. Purdue University: Soursop – Annona muricata.
  3. Antinociceptive and Anti-Inflammatory Activities of the Ethanol Extract of Annona muricata Leaves in Animal Models. Departamento Farmacêutico, Faculdade de Farmácia e Bioquímica, Universidade Federal de Juiz de Fora, Martelos, Juiz de Fora, MG, Brasil.
  4. The Plant List: Annona muricata.
  5. Wikipédia: Annona muricata.
  6. ALONSO, J. Tratado de Fitofármacos y Nutracêuticos, Corpus, 2014.
  7. ÁVILA, L. C. Índice terapêutico fitoterápico – ITF. 2 ed. Petrópolis, RJ, 2013.
  8. CORRÊA, M. P. Dicionário das Plantas Úteis do Brasil. IBDF. 1984.
  9. LORENZI, H., MATOS, F.J.A. Annona muricata Plantas Medicinais no Brasil Nativas e Exóticas. 2.ed. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum de Estudos da Flora LTDA, 2008.
Share.

©Desenvolvido por  Loja Online Consultoria | 2014.