Chá de Hibisco: Emagrece, Calmante, Reduz Colesterol e Pressão Alta, Protege Fígado e Rins

4

Chá de Hibisco: Emagrece, Calmante, Reduz Colesterol e Pressão Alta, Protege Fígado e Rins

Chá de Hibisco: a planta originária da África Oriental e Tropical, hoje existe silvestre no Egito, México, Jamaica e Sri Lanka.

O hibisco é uma planta encontrada principalmente em regiões tropicais e subtropicais, sendo muito comum no Brasil.

Chá de Hibisco Emagrece, Calmante, Reduz Colesterol e Pressão Alta, Protege Fígado e Rins

Chá de Hibisco Emagrece, Calmante, Reduz Colesterol e Pressão Alta, Protege Fígado e Rins

Os naturalistas usam a gelatina natural, incolor, junto com o chá do hibisco devido a coloração vermelha natural que substitui os corantes químicos.

O hibisco é um antibacteriano moderado com propriedades calmantes que se concentram nos cálices das flores.

O chá de hibisco, vermelho ou rosado, é muito refrescante quando tomado gelado em dias quentes e ainda pode ser útil para emagrecer, pois a bebida é livre de açúcar e calorias.

Uma revisão publicada na revista “Fitoterapia” mostrou que o chá pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol total e colesterol ruim ao mesmo tempo em que aumenta a quantidade de colesterol HDL, o colesterol bom.

O hibisco é rico em vitamina C, ácido hibiscico, ácido tartárico e ácido málico.

O hibisco é misturado com óleos e usado por chineses e indianos para estimular o crescimento de cabelo e combater a caspa. É usado em forma de lavagem para tratar feridas e pomada para tratar hemorroidas.

Além do chá quente e do chá gelado, o hibisco também pode ser adicionado em sucos de frutas ou vegetais.

Para preparar os sucos, deve-se substituir a água pelo chá de hibisco gelado, batendo juntamente com frutas ou vegetais no liquidificador. Boas ideias para fruta são maracujá, abacaxi ou morango.

Chá de Hibisco Benefícios:

Um estudo publicado em 2010 no Journal of Nutrition descobriu que o chá de hibisco diminui os efeitos da pressão arterial.

No estudo, os participantes com hipertensão leve beberam três porções de chá por dia durante seis semanas.

A pressão arterial sistólica foi moderadamente reduzida. Os pesquisadores concluíram que é possível baixar a pressão arterial consumindo o chá em doses que podem ser facilmente incorporadas na dieta.

O hibisco é rico em compostos antioxidantes, que proporcionam propriedades protetoras para o fígado e os rins.

Na culinária, é usado em molhos picantes, licores, vinhos e corantes naturais para comida. As folhas jovens podem ser cozidas.

O hibisco é conhecido principalmente pela beleza de suas flores, o que faz com que muitas pessoas desconheçam os benefícios e propriedades medicinais do chá de hibisco, feito a partir da infusão dos cálices da flor da espécie Hibiscus sabdariffa.

Chá de Hibisco Nome Popular:

Hibisco, rosela, rosélia, azedinha, azeda-da-guiné, caruru-da-guiné, chá-da-jamaica, pampulha, papoula-de-duas-cores, agrião-de-guiné, cururu-da-guiné, graxa-de-estudante, groselheira, papoula.

Chá de Hibisco Nome Científico:

Hibiscus sabdariffa  L.

Receita Chá de Hibisco:

Componentes: flores, folhas, sementes e raízes. 1 colher (sopa)

Quantidade: água 150 mL

Chá de Hibisco Como Preparar:

Infusão. Usar 1 colher (sopa) de cálices jovens em 1 xícara de água fervente.

Chá de Hibisco Propriedades Medicinais:

Demulcente, colerética, hipotensora, diurética, laxante, antiespasmódica, adstringente, expectorante, protetor da mucosa estomacal, digestivo, fluidificante do suco biliar.

Chá de Hibisco Para que Serve:

O chá de hibisco é bom para ser usado em dietas de emagrecimento, fortalecimento dos cabelos, espasmo gastrintestinal, espasmo e cólica uterina, má digestão, gastrenterite, hipertensão, constipação intestinal, falta de apetite, ativar a excreção da urina, infecções da pele, varizes, hemorroidas.

Chá de Hibisco Como Fazer:

Uso Interno. Acima de 12 anos. Infusão. Usar 1 colher (sopa) de cálices jovens em 1 xícara de água fervente. Tomar 1 xícara 3 vezes ao dia, após as refeições.

Uso Interno. Acima de 12 anos. Emagrecimento. Infusão. Adicionar 2 colheres (sopa) cheias de flores de hibisco seco, 2 sachês ou 1 colher (chá) do pó de hibisco em 1 litro de água em início de fervura. Desligar o fogo e abafar o recipiente por dez minutos, coar e beber.

Uso Interno. Decocção. Usar 1 colher (sopa) de flores secas em 2 copos de água. Ferver por mais ou menos 5 minutos. Coar e tomar 1 xícara 3 vezes ao dia, após as refeições.

Uso Externo. Emplasto com as folhas quentes aplicar sobre furúnculos, rachaduras nos pés e úlceras dérmicas.

Chá de Hibisco com Limão:

Ingredientes:

  • 1 colher (sopa) de hibisco;
  • 1 colher (sopa) de chá mate;
  • 1 pedaço de gengibre;
  • 1/2 limão-siciliano.

Modo de preparo:

  1. Ferva o gengibre ralado durante 8 minutos em 250 ml de água;
  2. Após esse tempo, desligue o fogo e acrescente o hibisco e o chá mate;
  3. Deixe tampado durante 5 minutos;
  4. No momento de tomar, esprema metade de um limão.

Geleia de Hibisco:

Essa geleia de hibisco é feita com as Flores da planta.

Modo de preparo:

  1. Em um pilão coloque 5 colheres (sopa) de flores (cálices) frescas;
  2. Amasse bem até adquirir uma consistência pastosa;
  3. Adicione 3 colheres (sopa) de açúcar mascavo, demerara ou cristal;
  4. Leve ao fogo brando e deixe em fervura;
  5. Mexer sempre com uma colher de pau para não grudar no fundo da panela;
  6. Quando adquirir o ponto de geleia, desligue o fogo;
  7. Ainda quente acondicione a geleia em vidros e tampe;
  8. Espere esfriar e armazene na

Utilize como geleia de hibisco no desjejum.

Chá de Hibisco Efeitos Colaterais e Contraindicação:

A planta e seus produtos são contraindicados para pessoas portadoras de doenças cardíacas, o efeito diurético da planta aumenta a excreção de eletrólitos, especialmente o potássio.

Evitar o uso durante a gravidez e lactação.

Apesar não acontecer em todas as pessoas, o hibisco pode causar tonturas, fraqueza e sonolência porque ele ajuda na redução da pressão arterial.

Assim, que sofre com pressão baixa não deve consumir o hibisco em grandes quantidades, nem sem recomendação médica.

Veja também:

Fontes Consultadas:

  1. PANIZZA, S. Plantas que curam – Cheiro de Mato. IBRASA, São Paulo, 4a ed., 1997.
  2. THOMSON, W. A. R. Guia Práctica Ilustrada de las Plantas Medicinales. Editora Hemus, Barcelona, 1981.
  3. LORENZI, H.; SOUZA, H. M. Plantas Ornamentais no Brasil. Instituto Plantarum, Nova Odessa (SP), 4 ed., 2008.
  4. Journal of Nutrition: Hibiscus sabdariffa Tea (Tisane) Lowers Blood Pressure in Prehypertensive and Mildly Hypertensive Adults.
  5. Current Medicinal Chemistry: Chemopreventive Properties and Molecular Mechanisms of the Bioactive Compounds in Hibiscus sabdariffa
  6. Oxford Journals: Estrogenic Effects and Fertility.
  7. The Plant List: Hibiscus sabdariffa.
  8. Wikipédia: Hibiscus.
  9. ALONSO, J. Tratado de Fitofármaco y Nutracéuticos. Editora Corpus: Argentina, 1ªEd., 2004.
  10. ÁVILA, L. C. Índice terapêutico fitoterápico – ITF. 2 ed. Petrópolis, RJ, 2013.
  11. CRUZ, M. G. F. de La. O uso de óleos essenciais na terapêutica, 2006.
  12. LORENZI, H.; MATOS, F. J. A. Plantas Medicinais no Brasil. Instituto Plantarum de Estudos da Flora Ltda: Nova Odessa – SP, 2002.
  13. TESKE, M.; TRENTINI, A. M.M. Herbarium compêndio de fitoterapia. 3 ed. Curitiba, 1997.
Share.

©Desenvolvido por  Loja Online Consultoria | 2014.