Chá de Limão-siciliano: Ajuda Desinchar, Anti-Inflamatório, Combate Gripes e Resfriados

6

Chá de Limão-siciliano: Ajuda Desinchar, Anti-Inflamatório, Combate Gripes e Resfriados

Chá de Limão-siciliano: originário do Sul da Itália, o limão-siciliano possui casca amarela, grossa, levemente rugosa e extremidades proeminentes.

O limão-siciliano é menos ácido do que outras variedades, como tahiti, galego e cravo, e mais suculento.

O fruto do limoeiro (limão) é talvez o mais conhecido e usado em todo o mundo.

As aplicações são inúmeras: na culinária, uso medicinal, como promotor da saúde, jardinagem, aromaterapia, cosmetologia etc.

Na culinária o suco ácido do limão é usado para fazer delícias como a limonada, merengue, pudim, manteiga e sorvetes. 

A pele e as raspas de limão são usados principalmente no cozimento, já o bagaço do limão é ótimo para eliminar o cheiro de peixe dos talheres e panelas. 

O óleo essencial é extraído da pele e usado em uma ampla variedade de produtos alimentares e como perfume em produtos de limpeza e polimento de madeira.

Chá de Limão-siciliano
Chá de Limão-siciliano Ajuda Desinchar, Anti-Inflamatório, Combate Gripes e Resfriados

Chá de Limão-siciliano Benefícios:

Combate a retenção de líquidos:

O limão-siciliano tem propriedades medicinais anti-inflamatórias, ativadas por meio das vitaminas C e vitamina B5, que ao ser ingerido, ajuda a liberar a retenção de líquido, que pode ocorrer devido a processos inflamatórios.

Acelera a cicatrização dos tecidos:

A vitamina C presente na fruta também tem propriedades ativas no processo de cicatrização, pois o nutriente ajuda na regeneração dos tecidos.

Ajuda regular a pressão arterial:

O limão-siciliano contém potássio, um importante mineral que ajuda a melhorar a contração dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação do sangue e como resultado, ajuda a regular a pressão arterial.

Melhora a aparência da pele:

A vitamina C ainda estimula a produção de colágeno, nutriente responsável pela firmeza e brilho natural da pele.

Ajuda no processo de digestão:

Como o limão-siciliano tem propriedades semelhantes aos ácidos do estômago, ele é capaz de estimular o organismo na produção de enzimas, o que auxilia no processo de digestão.

O limão-siciliano é rico em vitamina C e óleos essenciais e é usado na medicina popular para tratamento de afecções respiratórias, enfraquecimentos do organismo e até para afinar o sangue.

É rico em antioxidantes e também possui ação anti-inflamatória que ajuda na redução da irritação dos pulmões.

Herbalistas recomendam o óleo de limão contra as infecções, para ajudar o sistema digestivo, aliviar dores de cabeça, enxaquecas, problemas musculares, tosse, resfriado, asma e contra fungos como a micose e tinea. 

O óleo de limão é indicado a limpeza da pele oleosa, clarear cabelos, eliminar a caspa e a oleosidade do couro cabeludo.

O limão é excelente fonte de vitaminas A e C e sais minerais (potássio, cálcio, fósforo, magnésio e ferro) que o organismo necessita para nos manter fortes e saudáveis.

Chá de Limão-siciliano Nome Popular:

Limão-siciliano, limoeiro, limão-eureka, limão-gênova, limão-feminello, limão-monochelo, limão-lisboa, limão-verde, limão-verdadeiro.

Limão-siciliano Nome Científico:

Citrus limon (L.) Burm. f.

Receita Chá de Limão-siciliano:

Componentes: folhas, frutos (casca e suco). 1 limão cortado

Quantidade: água 150 mL

Chá de Limão-siciliano Como Preparar:

Decocção. Usar 1 limão inteiro cortado em rodelas ou a casca em uma xícara de água.

Chá de Limão-siciliano Propriedades Medicinais:

Adstringente, alcalinizante, antianêmico, antibiótico, antidepressivo, antiemético, antiescorbútico, antiespasmódico, anti-inflamatório, antiséptico, antitérmico, aperiente, bactericida, clareador da pele, depurativo, diaforético, diurético, expectorante, refrescante, sedativo, sudorífero, tônica estomacal, vermífugo e vitaminizante.

Chá de Limão-siciliano Para que Serve:

O chá de limão-siciliano é bom para combater acidez estomacal, afecções das vias biliares, amidalite, acidez gástrica, acne, amigdalite, artrite, ascite, asma, arteriosclerose, astenia, azia, caspa, câncer, cirrose, colesterol, desarranjos intestinal, diabetes, diarreia, difteria, dispepsia gotosa, disenteria.

Também é indicado nos casos de doenças do fígado, doenças da bexiga, doenças do coração, escorbuto, enjoo, envenenamento (soda e potassa), enxaqueca, escorbuto, estomatite, excesso de bílis, favorecer o aproveitamento do ferro, faringite, febre, feridas, fermentação gastrointestinal, gota, gripe, gastroenterite, hidropisia, hipertensão arterial, icterícia.

Para limpar as impurezas no sangue, infecções em geral, inflamações, náuseas, nefrite,  nevralgia, obesidade, pedra nos rins, piorreia, pirose, prevenir tosse, resfriado, reumatismo, soluço, tifo, tuberculose e úlceras em geral.

Chá de Limão-siciliano Como Fazer:

Uso Interno. Acima de 12 anos. Infusão ou Decocção. Usar 1 limão inteiro cortado em rodelas ou a casca. Ferver a água e depois adicionar as rodelas ou a casca do limão. Tampar durante alguns minutos e tomar a seguir, ainda morno, sem adoçar. Tomar 1 xícara 3 a 4 vezes ao dia.

Uso Interno. Decocção com folhas de limoeiro e mel para tratamento de pneumonia. Usar 15g de folhas de limoeiro em ½ litro de água e 1 colher de sopa de mel puro. Em uma panela, coloque as folhas de limoeiro e a água para ferver, durante aproximadamente 10 minutos, deixe esfriar, coe e adicione o mel. Beba três xícaras deste chá ao dia.

O mel tem ação antiséptica, emoliente, é um poderoso diluidor de catarro.

Escolha bem as folhas de limão, lima ou laranja, para seu chá. Prefira sempre folhas intactas, sem enrugações (características de picadas de insetos que sugam a seiva) ou amarronzadas (indicam falta de algum micronutriente, portanto, uma planta não tão saudável).

Você pode fazer o chá só com flores, de limão ou de laranja, de mexerica ou de lima, enfim, flores de frutas cítricas são excelentes calmantes e suaves indutores do sono.

Chá de limão-siciliano, gengibre e mel:

O chá de limão-siciliano com gengibre ajuda também a aliviar a congestão nasal, a dor de garganta e os arrepios, além de ser ótimo para melhorar a digestão e o sintomas de enjoo.

Ingredientes:

  • 3 colheres de chá de raiz de gengibre fresca ralada;
  • 500 mL de água;
  • 2 colheres de sopa de suco de limão;
  • 1 colher de sopa de mel.

Modo de preparo:

Ferver o gengibre em uma panela tapada durante cerca de 10 minutos e, de seguida, retirar do lume, coar e juntar o suco de limão e o mel. Tomar várias vezes ao dia.

Chá de limão-siciliano e alho:

O limão-siciliano e o alho são uma ótima opção natural para a gripe, pois além das propriedades do limão, devido à presença do alho, este suco tem ação antibacteriana e anti-inflamatória, ajudando também na melhoria da circulação sanguínea e diminuição de dores de cabeça.

Ingredientes:

  • 3 dentes de alho;
  • 1 colher de mel;
  • Meio limão;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo:

Amassar os dentes de alho e adicionar numa panela juntamente com a água e deixar ferver por cerca de 5 minutos. Depois, acrescentar meio limão espremido e o mel, e tomar a seguir, ainda morno.

Chá de Limão-siciliano Efeitos Colaterais e Contraindicação:

O óleo de limão quando aplicado externamente, não se deve expor a pele ao sol, pois pode queimar e provoca manchas escuras na pele.

Tanto o chá de limão quanto o óleo é desaconselhada para quem tem pressão baixa e em doses muito elevadas é convulsivo, podendo provocar tremores, delírio e vertigens.

Na aromaterapia, o óleo essencial de limão usado em altas doses, por longos períodos de tempo, pode causar hipertensão arterial e é contraindicado para diabéticos.

O uso em excesso do chá de limão pode prejudicar o esmalte dentário, pois quando o limão entra em contato direto com os dentes, pode estragar o esmalte, pois é rico em substâncias ácidas, logo é indicado enxaguar a boca após o consumo do chá.

No caso de aftas ou lesões profundas na boca ou na gengiva, o ácido cítrico presente no  limão pode causar problemas, logo, antes de consumir o chá, espere que esses distúrbios sejam completamente resolvidos.

Evite o consumo de chá de limão se você tiver azia ou úlceras, pois o limão pode agravar o problema, ativando a enzima pepsina, que é responsável pela decomposição das proteínas no estômago e isso poderá piorar a acidez e o desconforto.

Náusea, vômito ou enxaqueca: em alguns casos, o chá de limão-siciliano pode causar causar náusea, vômito e enxaqueca.

O uso excessivo do chá de limão pode causar uma deficiência de potássio, aumentando a diurese.

chá de limão-siciliano

Veja também:

Fontes Consultadas:

  1. Citrus × Limon (L.) Burm. f. (pro sp.) [ medica × aurantifolia ]. USDA, NRCS. 2008. The PLANTS Database. National Plant Data Center, Baton Rouge, LA 70874-4490 EUA.
  2. Chevallier A. Encyclopedia of Medicinal Plants . Nova York, NY: DK Publishing, 1996: 81.
  3. Ensminger A, et. al. Enciclopédia de Alimentos e Nutrição. 2nd ed. Boca Raton, FL: CRC Press; 1994: 1299-1302.
  4. As Frutas na Medicina Natural. Edição Vida Plena.
  5. The Plant List: Citrus limon.
  6. Wikipédia: Limão.

Share.

©Desenvolvido por  Loja Online Consultoria | 2014.