Chá de Losna: Combate Febre, Cólica Menstrual, Falta de Apetite, Gases e Diarreia

1

Chá de Losna: Combate Febre, Cólica Menstrual, Falta de Apetite, Gases e Diarreia

Chá de Losna: a losna é uma planta medicinal nativa da Europa e da Ásia, de folhas recortadas de cor cinzenta e sabor amargo, muito utilizado para ajudar a baixar a febre ou para complementar o tratamento contra vermes.

Chá de losna
Chá de Losna Combate Febre, Cólica Menstrual, Falta de Apetite, Gases e Diarreia

Chá de Losna Benefícios:

A erva é usada nos casos de gases intestinais, cólicas, diarreias, enfermidades nervosas, parasitas intestinais, hidropisia, contusões, dispepsia, gastralgia, transtornos biliares, perturbações gástricas em geral, falta de apetite e dismenorreia.

Estimula e melhora o processo digestivo. É usada na indigestão especialmente quando há deficiência na qualidade ou quantidade do suco gástrico.

Seu principio ativo é amargo, estimula a secreção estomáquica por excitação da mucosa bucal, aumenta as secreções biliar e pancreática e o peristaltismo intestinal.

Em doses baixas estimula o apetite e em doses altas é psicoestimulante e vermífugo.

Dieta Alcalina Funciona Por Que Todo Mundo Quer Saber Sobre Essa Dieta Você Precisa Ler Isto Primeiro!

Chá de Losna Alivia Cólicas Menstruais:

Um dos benefícios mais conhecidos dessa planta trata-se do papel que ela desempenha para regularizar o ciclo menstrual e aliviar cólicas, já que ela estimula o fluxo sanguíneo.

Chá de Losna Emagrece:

O chá de losna é benéfico para a perda de peso e emagrecimento, pois pode contribuir promovendo o bom funcionamento intestinal e estimulando a secreção da bile, fazendo a digestão das gorduras e ajuda absorver os nutrientes dos alimentos.

Portanto, o chá de losna auxilia na perda de peso porque ativa o sistema digestivo.

Chá de Losna é Aliado do Sistema Imunológico:

A losna possui propriedades tônicas, vermífugas, estimulantes, anti-inflamatórias e antibióticas, fazendo dessa planta uma poderosa aliada das defesas imunológicas, deixando o corpo mais resistente à muitas doenças provocadas por fungos, vírus, bactérias ou parasitas.

A losna é o ingrediente principal da bebida absinto (fada-verde), popular a partir dos anos 1880 e apreciada por artistas famosos.

Apesar de ser muito conhecido como uma bebida com alto teor alcoólico e capacidade alucinógena, a maioria das pessoas desconhece suas propriedades medicinais capazes de atuar em diversas enfermidades.

A espécie Artemisia absinthium faz parte da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (RENISUS), constituída de espécies vegetais com potencial de avançar nas etapas da cadeia produtiva e de gerar produtos de interesse do Ministério da Saúde do Brasil.

Chá de Losna Nome Popular:

Losna, losna-maior, losma, absinto, acinto, acintro, ajenjo, alenjo, artemisia, grande-absinto, erva-santa, alvina, aluína, flor-de-diana, gotas-amargas, erva-dos-vermes, erva-dos-velhos, sintro, alvina, erva-de-santa-margarida, erva-do-fel.

Losna Nome Científico:

Artemisia absinthium L.

Receita Chá de Losna:

Componentes: flores e folhas. 5 a 15 gramas

Quantidade: água 1L

Como Preparar Chá de Losna?

Infusão. Usar de 5 a 15 g de folhas ou flores por litro de água.

Chá de Losna Propriedades Medicinais:

Carminativa, diurética, colagoga, abortiva, antiparasitária, aperiente, antisséptica, digestiva, tônica, vermífuga, emenagoga, estomáquica, estimulante do apetite e afrodisíaca.

Para que Serve Chá de Losna:

O chá de losna é bom para combater afecção uterina, anemia, anorexia, ativar a circulação, atonia digestiva, atonia uterina, azia, bexiga, catarros, circulação, cólicas intestinais, cólicas menstruais, convalescença, coriza, diabetes, diarreia, dismenorreia, distúrbios digestivos e hepáticos, dispepsias;

É indicado para tratar enfermidades nervosas, envenenamento, escrófulas, espasmo histérico, estimular o apetite, estômago (perturbações gástricas diversas);

Estimular a secreção dos sucos gástricos, biliares e pancreáticos; febre, fígado, gases, gripe, hidropisia, histerismo, inapetências, indigestão;

Ajuda limpar e regularizar o funcionamento do estômago, fígado, rins, bexiga e pulmões;

Combate nevralgias, mau hálito, menstruação difícil e dolorosa, nervosismo, obesidade, prisão de ventre, regularizar o fluxo menstrual, reumatismo, rins, sinusite, tísica, tuberculose, vermes, vômito e ainda serve para proteger lãs e cobertores do ataque de insetos.

Como Fazer Chá de Losna:

Uso Interno. Acima de 12 anos. Infusão. Colocar 5 a 15 g de folhas ou flores em 1 litro de água fervente. Deixe descansar por 10 minutos. Tomar 1 colher de sopa de hora em hora ou tomar 2 xícaras ao dia, antes ou após as refeições principais.

Uso Externo. Decocção para gargarejos e compressas sobre as contusões.

Compressa. Molhar uma gaze com o chá e colocar sobre a área da pele que deseja tratar, sendo muito útil em caso de picada de inseto ou arranhão.

Uso Interno. Acima 12 anos. Tintura. Misture 2 xícaras de álcool de cereais com 1 xícara de água e 1 punhado da erva picada. Deixe macerando por 7 dias, após coe e guarde em um vidro escuro ou protegido por papel alumínio.

Tomar 1 colher (café) da tintura diluída em uma xícara de água, por dia ou 20 a 40 gotas (4 ml) 2 a 3 vezes ao dia antes ou após as refeições (efeito digestivo e para transtornos biliares).

A tintura também pode ser aplicada topicamente nas articulações inflamadas.

Vermífugo para cães e gatos. Triture um punhado de flores e folhas de losna e adicione à ração do animal. A dose é de 1 colher (chá) para gatos e 2 colheres (chá) para cães de porte médio.

Chá de Losna Efeitos Colaterais e Contraindicação:

O suco ou extrato não devem ser usados, pois são tóxicos. A infusão elimina parte da toxidez.

Não deve ser usado por pessoas que estão fazendo tratamento radioterápico, gestantes, lactantes, indivíduos de temperamento bilioso ou sanguíneo, nas irritações gástricas e intestinais e nas propensões à congestão cerebral.

O óleo essencial puro da losna não é recomendado para uso interno, pois é altamente tóxico por conter tujona na sua composição. As bebidas alcoólicas à base da planta são consideradas nocivas à saúde.

Usar somente na dose recomendada e durante o tempo de tratamento especificado. Em altas doses deve ser evitado devido aos efeitos tóxicos que pode desenvolver.

O consumo prolongado de bebidas à base de absinto, provoca habituação que se manifesta por cãibras, perdas de conhecimento e mesmo perturbações nervosas irreparáveis e destruição dos glóbulos vermelhos.

Doses excessivas podem causar alucinações, aborto, convulsões, perturbações da consciência (absintismo: degeneração irreversível do sistema nervoso central).

A losna deixa o leite da amamentação amargo. 

A losna não deve ser usada durante a gravidez porque pode provocar aborto, nem em caso de pressão alta.

O uso do chá de losna não deve ser prolongado por mais de 4 semanas consecutivas, a não ser por indicação médica ou farmacêutico.

Veja também:

Fontes Consultadas:

  1. ÁVILA, L. C. Índice Terapêutico Fitoterápico – ITF. 2 ed. Petrópolis, RJ, 2013
  2. TESKE, M.; TRENTINI, A. M.M. Herbarium Compêndio de Fitoterapia. 3 ed. Curitiba, 1997.
  3. LORENZI,H.; MATOS,F.J. A. Plantas Medicinais no Brasil, nativas e exóticas. 2002.
  4. PANIZZA, S. Plantas Curam. Cheiro de mato, 27a. edição.
  5. SOUZA, M. P. et. al. Constituintes químicos ativos de plantas medicinais brasileiras. Ed. EUFC, 1991. 
  6. The Plant List: Artemisia absinthium.
  7. Wikipédia: Artemisia absinthium.
Share.

1 comentário

  1. Pingback: Chá de Lótus: Afrodisíaco, Rejuvenescedor, Combate Hemorragia e Regula Pressão Arterial - Nutriela

Leave A Reply

©Desenvolvido por  Loja Online Consultoria | 2014.