Chá de Mulungu: Sedativo e Calmante Natural, Combate Insônia, Dor Reumática e Muscular

0

Chá de Mulungu: Sedativo e Calmante Natural, Combate Insônia, Dor Reumática e Muscular

Chá de Mulungu: o mulungu é espécie nativa do Brasil e de maior ocorrência na região sudeste do país.

O mulungu tem longo uso na medicina popular brasileira, sendo uma planta medicinal muito encontrada na Floresta Amazônica.

Chá de Mulungu Sedativo e Calmante Natural, Combate Insônia, Dor Reumática e Muscular
Chá de Mulungu Sedativo e Calmante Natural, Combate Insônia, Dor Reumática e Muscular

Benefícios do Chá de Mulungu:

O chá de mulungu é usado na medicina natural como um sedativo e calmante natural para problemas do sistema nervoso, incluindo o estresse, ansiedade e depressão.

O chá de mulungu acalma o sistema nervoso e combate a histeria e insônia, sem riscos de intoxicação, pois é absorvido lentamente pelo tubo gastrointestinal e rapidamente excretado pelos rins.

O nome Erythrina vem do grego “erythros” (vermelho) devido a cor das flores. O nome popular mulungu vem do tupi mussungú ou muzungú e do africano mulungu, cujo significado é “pandeiro” e pode estar relacionado ao som emitido pela batida em seu tronco oco.

O mulungu (Erythrina mulungu) faz parte da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (RENISUS), constituída de espécies vegetais com potencial de avançar nas etapas da cadeia produtiva e de gerar produtos de interesse do Ministério da Saúde do Brasil.

Modo de Conservar o Mulungu:

As cascas do tronco e dos ramos devem ser secas ao sol, em local ventilado e sem umidade. Guardar em recipiente de vidro ou louça, bem fechado, ao abrigo da luz solar, do calor e da umidade. Após a secagem podem ser transformadas em pó.

Princípios Ativos do Chá de Mulungu:

O mulungu possui alcaloides e fitoesteróis.

Mulungu Nome Popular:

Mulungu, árvore-mulungu, eritrina, bico-de-papagaio, corticeira, murungu, muchocho, murungo, totocero, flor-de-coral, árvore-de-coral, pau-imortal, mulungu-coral, capa-homem, suiná-suiná, suinã, canivete.

Mulungu Nome Científico:

Erythrina mulungu Mart. ex Benth.

Receita Chá de Mulungu:

Componentes: cascas.  4 a 6 g (2 a 3 colheres de sobremesa)

Quantidade: água 150 mL

Como Preparar Chá de Mulungu:

Decocção. Usar de 4 a 6 g (2 a 3 colheres de sobremesa) de cascas em uma xícara de água.

Chá de Mulungu Propriedades Medicinais:

Analgésico, antiasmático, antitussígeno, calmante, diurético, expectorante, hepatoprotetor, hipnótico, hipotensivo, narcótico, resolutivo, sedativo, tranquilizante.

Para que Serve Chá de Mulungu:

O chá de mulungu é indicado para quadros leves de ansiedade e insônia, como calmante suave. Também alivia a tosse e os sintomas do estresse, ansiedade, depressão, histeria, ataques de pânico e transtornos compulsivos, sendo útil ainda para pessoas que sofrem de insônia e agitação durante o sono.

Como Fazer Chá de Mulungu:

Uso Interno. Acima de 12 anos. Decocção. Colocar a casca de mulungu na água e deixar ferver por 15 minutos e tomar o chá ainda morno, de preferência 3 vezes ao dia. Evitar tomar por mais de três dias seguidos.

Uso Interno. Acima de 12 anos. Infusão. Ansiedade, tensão nervosa, insônia. Em uma xícara (chá), coloque 1 colher (sobremesa) de pó e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome 1 xícara de 1 a 2 vezes ao dia, ou 1 xícara antes de deitar.

Uso Externo. Infusão. Banhos (calmante, relaxante), dores (reumáticas e musculares), estresse. Coloque 3 colheres (sopa) de cascas picadas em 1 litro de água em fervura. Desligue o fogo, coe e adicione à água do banho que deverá estar morna. A duração do banho é de 10 a 15 minutos, de preferência, antes de deitar.

Uso Externo. Infusão. Compressa. Reumatismo, dores musculares, afecções (hepáticas e de baço). Coloque 2 colheres (sopa) de cascas picadas em 1 litro de água em fervura. Deixe ferver por 10 minutos. Espere amornar e coe. Aplique nos locais afetados, com um pano, em forma de compressas mornas e deixe agir por 2 horas ou a noite toda.

A parte utilizada do mulungu é a sua casca, que pode ser encontrada na sua forma natural ou em pó. As sementes desta planta não devem ser usadas, uma vez que possuem substâncias tóxicas que podem causar sérios danos ao organismo.

Chá de Mulungu Efeitos Colaterais e Contraindicação:

Não foram documentados ainda nenhum tipo de contraindicações ou interações medicamentosas, contudo, pode potencializar o efeito de alguns medicamentos ansiolíticos e remédios para controle de pressão arterial.

Não usar por mais de três dias seguidos, pois o uso excessivo pode provocar depressão, astenia e paralisia muscular.

Somente deve ser usado sob orientação médica ou de um especialista.

Veja também:

Fontes Consultadas:

  1. GRANDI, T. S. M. Tratado das Plantas Medicinais – Mineiras, Nativas e Cultivadas. Adaequatio Estúdio, Belo Horizonte. 2014.
  2. Plantas que Curam – Cheiro de Mato. Sylvio Panizza. 1997.
  3. Teses e Dissertações da Universidade de São Paulo (USP, 2014): Caracterização dos alcaloides de Erythrina verna.
  4. Revista FITOS (Fundação Osvaldo Cruz, 2012): Erythrina sp. Fabaceae (Leguminosae, Faboideae).
  5. Instituto Brasileiro de Florestas (IBF): Mulungu.
  6. Curare: Ciência das Plantas Medicinais.
  7. The Plant List: Erythrina verna.
  8. Wikipédia: Erythrina mulungu.
  9. ÁVILA, L. C. Índice terapêutico Fitoterápico ITF. Ervas medicinais 2 ed. Petrópolis RJ. 2013.
  10. CORRÊA, M. P. Dicionário das Plantas Úteis do Brasil. IBDF. 1984.
  11. LORENZI, H; MATOS, F.F.A. Plantas Medicinais no Brasil. Instituto Plantarum de Estudos da Flora Ltda. 2002.
  12. RAUPP, I. F. M. Efeito Ansiolítico da Administração Prolongada do Extrato de Erythrina velutina no Labirinto em Cruz Elevado. 2006.
  13. TESKE, M.; TRENTINI, A M.M. Herbarium – Compêndio de Fitoterapia, 3ºedição revisada, Curitiba.
Share.

Leave A Reply

©Desenvolvido por  Loja Online Consultoria | 2014.