Chá de Sabugueiro: Remédio do Peito, Sudorífero, Combate Queimaduras, Gripe, Febre

0

Chá de Sabugueiro: Remédio do Peito, Sudorífero, Combate Queimaduras, Gripe, Febre

Chá de Sabugueiro: o sabugueiro tem sido um remédio popular durante séculos na América do Norte, Europa, Ásia Ocidental e Norte da África. Acreditava-se que de sua madeira foi feita a Cruz do Calvário, e por esse motivo, acreditava-se que trazia azar cortar um tronco de sabugueiro.

A árvore era cultivada atrás de casas para protegê-las de raios, trazer prosperidade, manter o matrimônio feliz, deixar as crianças saudáveis e proteger do mal.

A varinha utilizada na série de filmes do Harry Potter foi feita de Sambucus nigra.

O sabugueiro quando cultivado junto com outras plantas de hortas e jardins, atrai os pulgões, não permitindo que ataquem as outras plantas.

Chá de Sabugueiro Remédio do Peito, Sudorífero, Combate Queimaduras, Gripe, Febre
Chá de Sabugueiro Remédio do Peito, Sudorífero, Combate Queimaduras, Gripe, Febre

Benefícios do Chá de Sabugueiro:

O sabugueiro auxilia na redução de colesterol, melhora a visão, estimula o sistema imunológico, melhora a saúde cardíaca, auxilia em caso de tosses, constipações, gripes, infecções bacterianas e virais, amigdalite e infecções fúngicas.

O sabugueiro também pode agir como sudorífico, diurético, emoliente, levemente laxante, antirreumático (bagas), e auxiliar em casos de febres, reumatismo, dores de garganta, doenças oculares, olhos inchados.

O sabugueiro é considerado o “remédio do peito” pela sua eficiência  contra problemas respiratórios, possuindo propriedades diuréticas, antipiréticas, antisséptica, cicatrizante e anti-inflamatória.

O sabugueiro tem uso científico comprovado como diaforético (faz suar).

Devido ao seu baixo valor calórico e alto teor de fibras, pode auxiliar na manutenção de um peso saudável.

Na medicina alternativa, é feito um xarope com os frutos para prevenir resfriados e gripe.

As frutas agem como tônico restaurativo e um rico nutriente.

Com a flor de sabugueiro pode-se fazer uma lavagem anti-inflamatória que pode ser usada em preparações cosméticas como lavagem de pele, toner, loção e enxaguante de cabelo.

Estudos demonstraram que o sabugueiro aumenta a função imunológica por aumentar a produção de citocinas, logo, essas proteínas atuam como mensageiras no sistema imunológico e ajudam na regulação da resposta imune, auxiliando assim na defesa do corpo contra as doenças.

Outras pesquisas indicaram que as antocianinas (flavonoides que dão a cor vermelha, azul ou roxa) encontradas em sabugueiros possuem uma capacidade antioxidante consideravelmente maior que a vitamina E ou a vitamina C.

O sabugueiro é uma planta medicinal muito utilizada para tratar gripe ou resfriado.

A infusão de sabugueiro é usada na cosmética para clarear e amaciar a pele, em cremes contra rugas, loções tônicas e loções para os olhos.

Modo de Conservar o Sabugueiro:

As entrecascas do caule e as flores sem os pedúnculos (cabinhos) são secas à sombra, em local ventilado e sem umidade. Armazenar em separado, em sacos de papel ou de pano, ao abrigo da luz solar.

Princípios Ativos do Sabugueiro:

O sabugueiro contém sais minerais (nitrato de potássio), mucilagens, flavonoides (rutosideos) e óleo essencial.

Sabugueiro Nome Popular:

Sabugueiro, sabugueiro-da-europa, sabugueirinho, sabugueiro-negro.

Sabugueiro Nome Científico:

Sambucus nigra L.

Receita Chá de Sabugueiro:

Componentes: raiz, casca, folhas secas, baga, flor. 1 colher (sopa) flores

Quantidade: água 150 mL

Como Preparar Chá de Sabugueiro:

Infusão. Usar 1 colher (sopa) de flores secas em uma xícara de água.

Chá de Sabugueiro Propriedades Medicinais:

Cicatrizante, diaforético, depurativo, diurético, galactagogo, laxante, refrescante, resoluto, sudorífera.

chá de picão-preto

Para que Serve Chá de Sabugueiro:

O sabugueiro serve para ajudar no tratamento de gripe, resfriado, febre, tosse, rinite, sintomas alérgicos, feridas, abcessos, acúmulo de ácido úrico, problemas renais, hemorroidas, espasmos, litíase urinária, nefrite, afecções pulmonares, sarampo, caxumba, toxinas, queimaduras e reumatismo.

O chá das folhas de sabugueiro combate reumatismo, ácido úrico, diabetes, artrite e ajuda no emagrecimento.

Como Fazer Chá de Sabugueiro:

Uso Interno. Acima de 12 anos. Infusão. Diaforético. Usar 1 colher (sopa) de flores secas em uma xícara de água. Tomar uma xícara do chá de sabugueiro, 5 minutos após o preparo, 2 a 3 vezes ao dia.

Uso Interno. Acima de 12 anos. Infusão. Usar 10 gramas de flores secas em uma xícara de água fervente. Deixar descansar e tampado por 10 minutos. Tomar 3 vezes ao dia.

Uso Interno. Acima de 12 anos. Decocção. Diurético. Reumatismo (Artrite e Gota), Nefrite e Cálculos renais. Coloque 1 colher (chá) de entrecascas picadas  em 1 xícara de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Desligue o fogo, abafe por 10 minutos e coe. Tome 1 xícara de chá 3 a 4 vezes ao dia, sendo a última dose antes das 17:00 hs.

Uso Interno. Infusão. Febre, Analgésico para dores em geral, Estimulante da sudorese, Sarampo, Catapora e Varicela. Em 1 xícara (chá), coloque 1 colher (sobremesa) de flores picadas e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos, coe e espere amornar. Tome 1 xícara de chá de 1 a 2 vezes ao dia, ainda morno, ficando em repouso.

Uso Externo. Decocção. Dermatoses (eripsela, erupções cutâneas, pruridos, eczemas e reações alérgicas. Coloque 2 colheres (sopa) de flores picadas em 1 litro de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos, coe e espere amornar. Aplique na parte afetada, com uma gaze ou pano, em forma de compressas.

Uso Externo. Cataplasma. Queimaduras que não provocam bolhas (1º grau) e que provocam bolhas (2º grau). Em um pilão, coloque 1 colher (chá) de entrecascas picadas e adicione 1 xícara (café) de óleo de cozinha.

Amasse bem e leve ao fogo, em banho-maria, por 3 horas ou deixe em local bem ensolarado. Coe em uma peneira, aplique nos locais afetados, com um chumaço de algodão ou gaze, de 2 a 3 vezes ao dia.

Uso Externo. Banho de imersão. Usar 20 gramas de flores secas em uma xícara de água fervente e misturar na água de banho.

Em casos de otite e otalgias, e também sinusites, recomendada a inalação de vapores da infusão de sabugueiro.

chá de romã

Receita de Creme de Proteção:

Usar 4 colheres (sopa) de vaselina e dois punhados de flores frescas de sabugueiro. Derreter a vaselina em fogo brando e juntar as flores de sabugueiro.

Deixar macerar durante 45 minutos, derretendo a vaselina sempre que esta se solidificar. Aquecer e coar com uma peneira passando para um frasco com tampa de rosca. Deixar esfriar e fechar. Aplicar na pele e nas partes afetadas.

Chá de Sabugueiro Efeitos Colaterais e Contraindicação:

O uso do chá de sabugueiro dentro das dosagens indicadas não apresenta contraindicação.

O uso em quantidades maiores que o recomendado pode promover hipocalemia (diminuição da taxa de potássio no organismo).

Não utilizar folhas por conterem glicosídeos cianogênicos que podem ser tóxicos.

As flores não devem ser utilizadas frescas.

chá de pata-de-vaca

Veja também:

Fontes Consultadas:

  1. Formulário de Fitoterápicos da Farmacopeia Brasileira. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), 1ª ed. 2011. 
  2. Schneider, E. A cura e a saúde pelos alimentos. Casa Publicadora Brasileira, Santo André (SP), 1984.
  3. Plantas que Curam. Cheiro de Mato. Sylvio Panizza. 1997.
  4. Plantas Medicinais no Brasil. Harry Lorenzi. 2008.
  5. Herbario Aquiléa. Sabugueiro.
  6. Wikipédia: Sambucus nigra.
  7. The Plant List: Sambucus nigra.
  8. Barak, Vivian, Tal Halperin, and Inna Kalickman. “The effect of Sambucol, a black elderberry-based, natural product, on the production of human cytokines: I. Inflammatory cytokines.” Eur Cytokine Netw 12.2 (2001): 290-296.
  9. Youdim, Kuresh A., Antonio Martin, and James A. Joseph. “Incorporation of the elderberry anthocyanins by endothelial cells increases protection against oxidative stress.” Free Radical Biology and Medicine 29.1 (2000): 51-60.
  10. Elderberry Benefits. Herbswisdow.
  11. Saúco (Sambucus nigra). Propriedades medicinales.
  12. ÁVILA, L. C. Índice terapêutico fitoterápico – ITF. 2 ed. Petrópolis, RJ, 2013.
Share.

Leave A Reply

©Desenvolvido por  Loja Online Consultoria | 2014.