Chá de Sucupira-branca: Ajuda Tratar Artrite, Artrose, Reumatismo, Diabetes e Gota

0

Chá de Sucupira-branca: Ajuda Tratar Artrite, Artrose, Reumatismo, Diabetes e Gota

Chá de Sucupira-branca: a sucupira é uma planta medicinal brasileira nativa do Cerrado.

Todas as partes da planta são utilizadas na medicina popular, desde a raiz até as folhas, sob a forma de infusão ou decocção.

Chá de Sucupira-branca Ajuda Tratar Artrite, Artrose, Reumatismo, Diabetes e Gota

Benefícios do Chá de Sucupira-branca:

A sucupira é atualmente referência na medicina popular para a saúde das articulações e tratamento de doenças como artrite, osteoartrite, artrose, gota, reumatismo, diabetes, dentre outras condições de saúde, além de ajudar a aliviar dores nas juntas, joelhos e costas.

Cada parte da planta de sucupira apresenta diferentes compostos bioativos. Pesquisas mostram a presença de alcaloides na casca e folhas, isoflavonas e alguns triterpenos na semente e nos frutos.

Os alcaloides se destacam pela ação antimicrobiana e antiparasitária. Já as isoflavonas têm atividade neuroprotetora, anticâncer e contra acidente cardiovascular, derivado de sua capacidade antioxidante.

Os triterpenos têm atividade anti-inflamatória, antioxidante, antiartrítica, antidiabética, cardioprotetora, antiproliferativa, quimioprotetora e citoprotetora.

Chá de Pau-ferro

A sucupira-branca é uma grande árvore que possui propriedades medicinais que ajudam aliviar as dores e inflamações do corpo.

A semente de sucupira é usada no combate ao excesso de ácido úrico, amigdalite, artrite, asma, blenorragia, cistos ovarianos e no útero, debilidade orgânica, dermatoses, diabetes, dor de garganta, dores espasmódicas, feridas, hemorragias, inflamações, reumatismo, sífilis e vermes.

O óleo volátil retirado da casca e das sementes, além de ser aromático, é eficaz no tratamento do reumatismo e outras dores nas articulações.

Os tubérculos ou nódulos da raiz, também conhecidos como batatas-de-sucupira, são utilizados no controle do diabetes.

A sucupira possui ação anticancerígena, além de ser um ótimo tônico.

Um estudo publicado concluiu que os óleos essenciais das sementes são úteis no combate de tumores de próstata.

O óleo da semente de sucupira-branca possui beta-cariofileno, substância química com atividade anti-inflamatória, antibiótica, antioxidante, anti-carcinogênica e anestésica, o que comprova as propriedades medicinais da planta.

Princípio Ativo da sucupira-branca:

A planta possui óleo essencial, substâncias ativas como isoflavonas, diterpenos e beta-cariofileno.

Sucupira-branca Nome Popular:

Sucupira-branca, sucupira, fava-de-sucupira, fava-de-santo-inácio, faveiro, faveira, sucupira-lisa.

Sucupira-branca Nome Científico:

Pterodon emarginatus  Vogel

Receita Chá de Sucupira-branca:

Componentes: casca, sementes, tubérculos da raiz (batata). 1 – 4 frutos/sementes

Quantidade: água 1L

Como Preparar Chá de Sucupira-Branca:

Decocção ou Infusão. Usar de 1 a 4 frutos/sementes em 1 L de água.

Chá de Sucupira-branca Propriedades Medicinais:

Possui propriedades anti-inflamatórias, analgésicas, antidiabéticas, antiedematogênicas, antirreumáticas, cercaricidas, antimutagênica.

Para que Serve Chá de Sucupira-branca:

Diminuir a inflamação nas articulações,é utilizada para tratar artrite, artrose, reumatismo e artrite reumatoide.

Aliviar as dores causadas por problemas como excesso de ácido úrico e inflamações. Combate a amigdalite, dor de garganta.

Ajuda a curar cistos ovarianos e no útero, combate as cólicas, cicatriza feridas na pele, eczemas, cravos nos pés e sangramentos.

Em alguns casos, este chá pode ainda ajudar a aliviar a dor e desconforto constante provocado pela quimioterapia, usada no tratamento contra o câncer.

Como Fazer Chá de Sucupira-branca:

Uso Interno. Acima de 12 anos. Decocção. Lavar e quebrar de 1 a 4 sementes de sucupira. Depois ferva as sementes quebradas juntamente com 1 litro de água por 10 minutos, coe e beba ao longo do dia.

O chá de sucupira-branca deve ser tomado com intervalos de algumas horas, intercalados com o consumo de água. A recomendação é de que o chá seja tomado preferencialmente fresco.

O chá pode ser utilizado no tratamento de dores, pois possui efeito analgésico e anti-inflamatório.

Óleo de sucupira. Tomar de 3 a 5 gotas por dia (comer com alimentos) ou 1 gota diretamente na boca, até 5 vezes por dia.

Chá de Sucupira-branca Efeitos Colaterais e Contraindicação:

A sucupira está contraindicada para grávidas, lactantes e crianças com menos de 12 anos, e deve ser usada com moderação por pessoas com problemas renais ou no fígado.

Veja também:

Fontes Consultadas:

  1. ALBIO, R. Pharmacopeia dos Estados Unidos do Brasil. 1ª edição. 1926.
  2. CAIRO, Guia de Medicina Homeopática. 21ª edição. Livraria Teixeira. 1983. COIMBRA, R. Manual de Fitoterapia. 2ª edição. Cejup. 1994.
  3. LORENZI, H. Árvores Brasileiras. vol. 1. 3ª edição, 2000.
  4. Plantas Medicinais no Brasil. Nativas e Exóticas. Harry Lorenzi. 2008.
  5. SOARES, A. D. Dicionário de Medicamentos Homeopáticos. 1ª edição. Santos Livraria Editora. 2000.
  6. Spindola, Humberto M., et al. “Furanoditerpenes from Pterodon pubescens Benth with selective in vitro anticancer activity for prostate cell line.” Journal of the Brazilian Chemical Society 20.3 (2009): 569-575.
  7. Hansen, Daiane, Mitsue Haraguchi, and Antonio Alonso. “Pharmaceutical properties of’sucupira'(Pterodon spp.).” Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences 46.4 (2010): 607–616.
  8. Dutra, Rafael C., Magda N. Leite, and Nádia R. Barbosa. “Quantification of phenolic constituents and antioxidant activity of Pterodon emarginatus vogel seeds.” International journal of molecular sciences 9.4 (2008): 606-614.
  9. Rocha, F. D. e Kaplan M.A.C. Avaliação da Capacidade Antioxidante dos Extratos de Sucupira Branca (Pterodon emarginatus).
  10. The Plant List: Pterodon emarginatus.
  11. Wikipédia: Sucupira.
  12. BUSTAMANTE, K.G.L. et al. Avaliação da atividade antimicrobiana do extrato etanólico bruto da casca da sucupira-branca (Pterodon emarginatus Vogel) – Fabaceae. Rev. Bras. Pl. Med., Botucatu, v.12, n.3, p.341-345, 2010.
  13. FERREIRA, R.A. et al. Morfologia da semente e de plântulas e avaliação da viabilidade da semente de sucupira-branca (Pterodon pubescens Benth. (Fabaceae) pelo teste de tetrazólio. Revista Brasileira de Sementes, vol. 23, nº 1, p.108-115, 2001.
  14. LORENZI, H.; MATOS, F.J. A. Plantas medicinais no Brasil: nativas e exóticas. Instituto Plantarum. Nova Odessa, 2002.
  15. MASCARO, U.C.P et al. Avaliação da sustentabilidade da coleta de frutos de “sucupira branca” (Pterodon emarginatus Vog.) após queda espontânea. Rev.Bras. Pl. Med., Botucatu, v.7, n.1, p.23-25, 2004.
Share.

Leave A Reply

©Desenvolvido por  Loja Online Consultoria | 2014.