Teste Indica os Alimentos que Melhoram a Flora Intestinal

1

Teste Indica os Alimentos que Melhoram a Flora Intestinal

A sua dieta pode melhorar a sua flora intestinal? O médico e apresentador Michael Mosley pesquisou quais alimentos e bebidas podem fazer mais diferença para o seu intestino.

O microbiota intestinal – a variada comunidade de bactérias que vivem em nossos intestinos – é um assunto popular no momento.

Quase todos os dias vemos notícias alegando que a flora intestinal pode influenciar nossa saúde de formas novas e surpreendentes, seja afetando nosso peso, humor ou capacidade de resistir a doenças.

E, devido à explosão no interesse pelo nosso ecossistema interno, as prateleiras de supermercados e farmácias agora contam com uma variedade de produtos probióticos – contendo bactérias vivas e leveduras – que alegam conseguir melhorar o microbiota intestinal.

Mas isso é realmente possível?

Para descobrir, o programa Trust Me, I’m a Doctor fez uma experiência na Escócia, na cidade de Inverness, com ajuda do serviço público de saúde local, 30 voluntários e cientistas de vários cantos do país.

Dividimos nossos voluntários em três grupos e, durante quatro semanas, pedimos a cada grupo para tentar uma abordagem diferente para tentar melhorar a flora intestinal.

Bebida Probiótica

O primeiro grupo consumiu uma bebida probiótica comprada em supermercados. Estas bebidas geralmente têm uma ou duas espécies de bactérias que podem sobreviver à passagem pelos poderosos ácidos de nosso estômago e se instalar nos intestinos.

Bebida Fermentada – Kefir

O segundo grupo tentou um bebida fermentada tradicional chamada kefir, que tem muitas bactérias e leveduras.

Fibra Prebiótica – Inulina

Já o terceiro grupo consumiu alimentos ricos em uma fibra prebiótica chamada inulina. Os prebióticos são substâncias que alimentam as boas bactérias que já moram em nossos intestinos e a inulina pode ser encontrada na alcachofra-de-jerusalém (raiz também conhecida como tupinambor), raíz de chicória, cebolas, alho e alho-poró.

flora intestinal nutriela

Descobertas

O que descobrimos em nosso estudo foi fascinante. O grupo que consumiu a bebida probiótica teve uma pequena mudança em um tipo de bactéria que se sabe ser boa para manutenção do peso, a Lachnospiraceae. No entanto, esta mudança não teve importância estatística.

Mas os outros dois grupos apresentaram mudanças significativas. O grupo que consumiu alimentos ricos em fibra prebiótica teve um aumento no tipo de bactéria boa para a saúde geral dos intestinos – resultado semelhante ao de outros estudos.

No entanto, a maior mudança ocorreu no grupo que consumiu a bebida fermentada (feita com leite) kefir.

Estes voluntários tiveram um aumento em uma família de bactérias chamada Lactobacillales.

Sabemos que algumas destas bactérias são boas para a saúde geral do intestino e que podem ajudar em problemas como diarreia e intolerância à lactose.

“Alimentos fermentados, devido à sua natureza, são muito ácidos e então estes micróbios precisaram evoluir para lidar com este tipo de ambientes. Eles sobrevivem naturalmente em ácido”, disse Paul Cotter, do Centro de Pesquisa Teagasc, em Cork, que ajudou na análise.

“Isto os ajuda a passar pelo estômago para que elas possam ter uma influência mais abaixo, no intestino.”

Teste em Laboratório

Então decidimos investigar mais os alimentos e bebidas fermentadas – queríamos saber no que estar de olho ao escolher produtos desse tipo.

Com a ajuda de Cotter e dos cientistas da Universidade de Roehampton, selecionamos várias bebidas fermentadas de supermercados ou farmácias e bebidas fermentadas feitas em casa.

Elas foram enviadas para testes em laboratórios. Depois dos testes constatamos algumas diferenças marcantes entre estes produtos.

Os alimentos mais caseiros e produtos feitos com métodos mais tradicionais tinham uma variedade maior de bactérias, enquanto que alguns dos produtos comerciais tinham pouquíssimas bactérias.

“Tipicamente, as variedades comerciais passam por pasteurização depois do preparo para garantir sua segurança e aumentar o prazo de validade, o que pode matar as bactérias, e esse não é o caso com os produtos caseiros”, disse Cotter.

Então, se você quer usar alimentos fermentados para melhorar a saúde de seus intestinos, é melhor procurar por produtos que tenham sido feitos usando métodos tradicionais de preparo e processamento.

Outra boa dica é fazer os produtos você mesmo.

Fonte: BBC Brasil

Conheça um Composto Alimentar Indicado para o Equilíbrio da Microbiota Intestinal [VÍDEO]:

Floranew Anew – Composição e Benefícios

Floranew Anew: Composto alimentar fermentado, produzido à base de mais de 80 ingredientes naturais, como verduras, legumes, grãos, algas, raízes, frutas e especiarias. 

Floranew Anew tem funções mantenedora, provedora e ativadora de enzimas, sem as quais o organismo não conseguiria formar os nutrientes necessários para o seu funcionamento, não teria energia suficiente ou poderia utilizá-la e não conseguiria realizar o metabolismo, ou seja, seria impossível efetuar movimentos, pensar, excretar etc.

Sem as enzimas não seria possível viver.

Produtos resultantes da fermentação natural, como a Floranew Anew, também, protegem a saúde intestinal, fazem aumentar o metabolismo orgânico e elevam a capacidade imunizadora do organismo.

As propriedades da Floranew Anew são superiores às de diversos produtos fermentados, pois ela é capaz de ativar cerca de 100 trilhões de micro-organismos benéficos presentes em nossa flora intestinal, ajudando-os a inibir a proliferação dos micro-organismos nocivos. Além disso, todas as propriedades da Floranew Anew são mantidas mesmo se exposta a altas temperaturas.

Alimentos fermentados

A fermentação é o processo de transformação de uma substância em outra que modifica a textura, o sabor e o aroma dos alimentos.

Os produtos fermentados vêm sendo utilizados desde a antiguidade, como o vinho, a cerveja, o pão e o queijo, tão antigos quanto a prática da agricultura. Na China, há mais de 3 mil anos já se conhecia o valor medicinal dos alimentos fermentados. Por exemplo, os chineses utilizavam o coalho de soja fermentada para tratamento de infecções da pele. Os índios da América Central também utilizavam leveduras para tratar diversas infecções.Nos dias atuais, o estudo desse método ainda se encontra nos passos iniciais.

Apesar disso, a técnica da fermentação é cada vez mais utilizada em diversos processos industriais da área alimentícia. Muitas substâncias químicas utilizadas na indústria, como os antibióticos produzidos atualmente e a conversão de amidos em álcool, são obtidos por meio de processos de fermentação.

O Japão é considerado um dos países de maior longevidade. Mais de 20 mil pessoas têm mais de 100 anos. Um dos grandes segredos dessas pessoas é o consumo de alimentos fermentados: nabo em conserva, molho de soja (shoyu), pasta de soja (missô). São alimentos que ajudam o organismo a ativar as enzimas e limpam o intestino, o que é imprescindível para que os nutrientes sejam absorvidos adequadamente.

Processo de fabricação do Floranew Anew

Floranew Anew foi desenvolvida pelo renomado professor Michio Kushi, dirigente da comunidade macrobiótica, o qual selecionou, criteriosamente, todos os ingredientes, com base na teoria macrobiótica.

  • Verduras: Alface, repolho, couve, chicória, brócolis, espinafre, etc.;
  • Frutas: Laranja, abacaxi, mamão, maçã, melão, melancia, pera, banana, abacate, etc.;
  • Legumes: Tomate, pimentão, cenoura, beterraba, abóbora, batata, mandioca, etc.;
  • Grãos: Arroz integral, feijão, soja, lentilha, milho, gergelim, etc.;
  • Vegetais marinhos: Algas nori, wakame, kombu;
  • Açúcar mascavo;
  • Água mineral.

 

Todos os ingredientes passam por três processos de fermentação, chamados fermentação primária, secundária e terciária, que são provocados pela ação das leveduras, das bactérias lácteas e das bactérias acéticas, respectivamente.

O processo da fermentação é completado em, no mínimo, seis meses, mas sabe-se que, tal como um bom vinho, quanto mais tempo permanecer em fermentação, maior valor agregado terá o produto.

Concluído o período da fermentação, o composto é transferido para a unidade fabril de São Paulo, onde é refinado, embalado em sachês para consumo individual e disponibilizado para venda em caixas de 90 sachês e pacotes de 20 sachês.

Todas as fases da fabricação da Floranew Anew, que se inicia na compra dos ingredientes, são acompanhadas por um rigoroso processo de controle de qualidade. O composto é analisado diversas vezes pelo laboratório da própria fábrica em Mato Grosso do Sul, pelo laboratório da Anew no Japão e pelo laboratório da Anew em São Paulo.

Você encontra esse produto AQUI, ou no link abaixo:

Veja também:

Share.

1 comentário

  1. Pingback: Receita de Pão de Ló com Maçã - Nutriela

Leave A Reply

©Desenvolvido por  Loja Online Consultoria | 2014.