Como reduzir o sal na alimentação

2

Como reduzir o consumo de sal na alimentação

Ele realça o sabor e ajuda na conservação dos alimentos. Mas, para aproveitar seus benefícios, é importante consumi-lo com moderação!

Essencial para o bom funcionamento do organismo, o sal é uma mistura de cloreto e sódio, sendo que este último elemento representa 40% da sua composição.

O sódio ajuda na manutenção da pressão sanguínea e é importante para o bom funcionamento do organismo, assim como o cloreto. Mas isso não significa que o sal pode ser consumido à vontade! Descubra os perigos do consumo excessivo e aprenda como usar o tempero na quantidade certa! O importante é reduzir o sal e viver melhor!

Os riscos do excesso

Órgãos mundiais de saúde têm alertado que a ingestão exagerada de sal é prejudicial. O excesso de sódio pode ocasionar retenção de líquidos no organismo e é um fator de risco para o aumento da pressão arterial – o que pode gerar inchaço e edemas pelo corpo –, assim como para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e problemas renais.

Acerte na quantidade! Reduzir o sal traz inúmeros benefícios para você!

Segundo o Guia Alimentar Para a População Brasileira, do Ministério da Saúde, a recomendação diária de consumo de sal para um adulto é de, no máximo, 5 gramas por dia, o que equivale a 1 colher de chá rasa por pessoa. Mas lembre-se: esses 5 gramas não se referem apenas ao sal que adicionamos aos alimentos. É preciso considerar que, além do sal que acrescentamos às receitas, ele também está presente nos alimentos que compramos e consumimos fora de casa.

Reduzir o sal na alimentação é fundamental para se ter mais saúde

Reduzir o sal na alimentação é fundamental para se ter mais saúde

Pitadas certeiras: Confira as dicas para reduzir o sal na sua alimentação e não exagerar no consumo.

  1. Deixe o saleiro fora de seu alcance durante as refeições. O ideal é guardá-lo no armário, em vez de colocá-lo à mesa, evitando assim adicioná-lo aos alimentos já preparados.
  2. Não exagere em seu uso durante o preparo dos alimentos.
  3. Evite usar temperos prontos e sal na mesma preparação. Opte por um ou outro.
  4. Dê mais sabor ao seu cardápio e misture outros sabores e aromas, utilizando vinagre balsâmico, alho, sucos cítricos, ervas frescas e temperos aromáticos (como sementes de coentro, sementes de cominho, manjericão, pimenta, alecrim em pó, tomilho e orégano).
  5. Cuidado com os condimentos como mostarda, ketchup, molhos prontos para saladas e outros. Eles podem conter alto teor de sódio.
  6. Preste atenção nos rótulos dos alimentos no momento da compra, que indicam a quantidade de sódio em cada porção, e faça as melhores escolhas.
  7. Lembre-se que o paladar é adaptável. Assim, se você tem o costume de consumir bastante sal, vá reduzindo aos poucos a quantidade deste ingrediente. Se você reduzir o sal, vai notar como essa mudança de hábito vai melhorar sua qualidade de vida, sem prejuízos ao sabor e ao prazer que os alimentos proporcionam.
Sal - acerte na quantidade e viva melhor

Sal – acerte na quantidade e viva melhor

Se você estiver gostando desse artigo, coloque o seu email  na nossa lista e seja o primeiro a receber novidades e conteúdos exclusivos sobre Saúde e Qualidade de Vida.

Veja também:

Share.

2 Comentários

  1. Pingback: Receita de pão de ló com Maçã - Nutriela

  2. Pingback: Cuidados com o consumo de sal na alimentação - Nutriela

Leave A Reply

©Desenvolvido por  Loja Online Consultoria | 2014.